Olá nome:

Você está em > Home
Frutas e sementes garantem ceia de Natal saborosa e sem culpa PDF Imprimir E-mail

 

*Dra Sylvana Braga

As confraternizações que agitam o fim do ano podem ser grandes vilãs do emagrecimento. Happy hour, amigo secreto e festas de despedida são sempre acompanhadas de bebidas e pratos deliciosos que fazem qualquer pessoa sair do ritmo da dieta. Exageros cometidos nesta época resultam no aumento de peso indesejado.

 

Algumas receitas já são tradicionais nas mesas natalinas. São diversas opções de carnes, salgados, panetone, doces e bebidas. Mas muitos desses alimentos têm alto valor calórico e podem ser prejudiciais à saúde. É importante lembrar que é possível preparar uma ceia saudável e ao mesmo tempo saborosa.

O consumo de frutas e sementes também aumenta muito. Lichia, ameixa, cereja, nozes, amêndoas e castanhas são muito procuradas neste período e já se tornaram símbolos do Natal. Usadas muitas vezes na decoração, podem substituir os doces como sobremesa, pois trazem inúmeros benefícios para a saúde devido ao grande potencial de nutrientes.

Frutas e sementes natalinas:

Lichia: rica em cianidina, fibras, potássio e vitamina C. O alto teor de vitamina C combate os radicais livres. A cianidina pode prevenir as gorduras periféricas com a obesidade abdominal localizada. Já o potássio evita a dormência e as câimbras musculares melhorando a retenção hídrica e os edemas periféricos. Quantidade ideal de consumo por dia: dez unidades.

Cereja: rica em vitamina C, potássio, antocianina e ácido elágico. É desintoxicante, excelente para o tratamento de cistite e prevenção de câncer. Suas propriedades também auxiliam no combate aos vírus, artrite reumatóide e gota. As cerejas são ótimos antiinflamatórios naturais, devido às altas concentrações de antocianina. Quantidade ideal de consumo por dia: até dez unidades

Damasco: rico em betacaroteno, fibras e vitaminas B3 e C. Combate radicais livres, previne câncer e doenças inflamatórias como artrites. Também melhora a osteoporose e é ótimo para manter a pele macia. Quantidade ideal de consumo por dia: uma unidade.

Ameixa: rica em pectina, uma fibra que diminui o risco do câncer de cólon e em vitamina B6, potássio, magnésio e cobre. Age como laxante, antiviral e antibacteriana. Ajuda na prisão de ventre. Quantidade ideal de consumo por dia: até duas unidades.

Figo: pode combater o câncer pelo composto benzaldeído, que tem auxiliado a regredir tumores. Laxativo, antiulcerativo, antibacteriano, antiparasitas. É excelente para clarear a pele, mas pode dar dor de cabeça. Quantidade ideal de consumo por dia: até três unidades.

Uva roxa: rica em vitaminas B3 e 6, biotina, selênio, zinco, potássio e ácido elágico. É antioxidante, fortalece os capilares e tem poder desintoxicante, melhorando a resposta imune. O ácido elágico é anticancerígeno. A uva roxa é ótima para as doenças cardíacas. Quantidade ideal de consumo por dia: um cacho.

Kiwi: rico em vitamina C, betacaroteno e fibras. É adequado para a saúde do coração e a digestão. Tem alto teor de vitamina C (cerca de 120% da necessidade diária do adulto). É um excelente antioxidante natural e pode ser usado para o tratamento de câncer de estômago e mama. Quantidade ideal de consumo por dia: duas unidades.

Framboesa: rica em vitaminas B e C, biotina, antocianinas, fibras, manganês, ferro e ácido fólico. Controla o colesterol e a digestão, combate as infecções e melhora a imunidade. Também é anticancerígena para os tumores de boca, garganta e cólon. Quantidade ideal de consumo por dia: seis unidades.

Abacaxi: rico em vitaminas B1, B2 e C, manganês, bromelina e fibras. A bromelina auxilia na digestão e é antiinflamatória. É boa fonte de manganês que combate os radicais livres, a osteoporose e aumenta a imunidade. Quantidade de consumo por dia: uma fatia média.

Avelã: rica em vitaminas B1, B3, B6 e E, ácido fólico, ferro, cálcio, manganês e proteínas. Ajuda o organismo a melhorar a imunidade e é ótimo para a fertilidade. Quantidade ideal de consumo por dia: quatro unidades.

Nozes: ricas em glutationa, vitaminas B1, B2 e B6, ácido fólico, zinco, ômega 6 e 9. Reduz os níveis de colesterol, fornece energia e melhora a função cerebral. É anticancerígena e protetora do coração. Quantidade ideal de consumo por dia: até cinco unidades.

Castanha de caju: rica em iodo, ferro, selênio, zinco, proteínas, biotina, vitaminas B2, 3 e 5, potássio e magnésio. Mantém os tecidos nervosos, é anticancerígena e antioxidante. Quantidade ideal de consumo por dia: seis unidades.

Castanha do Pará: rica em vitaminas B e E, cálcio, ferro, glutationa, biotina e selênio. Tem excelente poder antioxidante e auxilia no tratamento de doenças da tireóide. Quantidade ideal de consumo por dia: cinco unidades.

Amêndoas: ricas em vitamina B5, potássio, zinco, fosfato, cálcio, ferro, magnésio e ácidos graxos ômega 9. Ajudam a combater o câncer, reduzir o colesterol e são ótimas para a pele, prevenindo o envelhecimento em geral. Quantidade ideal de consumo por dia: cinco unidades.

Pistache: rico em magnésio, manganês, vitaminas B e E, cálcio, potássio e ômega 9. É antiviral, desintoxica o organismo e é essencial para os músculos. Quantidade ideal de consumo por dia: seis unidades.

Pinole: rico em vitamina B e E, ferro, manganês, magnésio, zinco e proteína. É antioxidante, tem poder desintoxicante e atenua alergias. Quantidade ideal de consumo por dia: dez unidades.

Para aproveitar ao máximo e começar o ano de bem com a saúde e o corpo, alguns conselhos são importantes:

- Evitar os excessos de comida.
- Degustar pequenas fatias e porções.
- Controlar a bebida (beber no máximo duas taças de vinho ou duas cervejas).
- Evitar sobremesas à noite. Optar por café.
- Massas e carboidratos devem ser evitados no jantar.
- Escolher as saladas (Carpaccios são uma boa opção para os jantares em restaurantes).
- Evitar o consumo de pães e frios.
- Evitar entradas de queijos e salgadinhos antes das principais refeições.
- É importante comer muita proteína (peixes, carnes, frutos do mar, ovos e queijos são excelentes).
- Não comer no mesmo dia: frutas secas e sementes. Alternar os dias. Exemplo: num dia tâmara e damasco e, no outro, nozes e castanhas.

Dra. Sylvana Braga

* Dra. Sylvana Braga – Nutróloga, reumatóloga, fisiatra e especialista em prática ortomolecular, também autora do livro “Dieta Ortomolecular – dieta natural para emagrecimento saudável e evitar definitivamente o efeito sanfona", que traz mais de 100 receitas para se manter saudável de forma natural.


Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

 

logo botJusthebest São Paulo SP | Brasil |
Sua Empresa não está no Justhebest? Clique aqui e saiba como fazer parte dos nossos diretórios Justhebest na sua Cidade.
Saiba como ser Parceiro de Negócios em sua Cidade
Justhebest no seu site ou blog: Saiba como ser Parceiro na Divulgação
Sobre o Justhebest: O que é, para que serve?

Política de Privacidade